RSS

Olhos

Tenho aqueles olhos... de quem já sofreu sessenta anos em meros dezessete. Faço parte daquela parcela de pessoas que já conheceram do mundo somente - ou quase - a pior face.

Sou aquela que na mente tem... trejeitos... suspeitos, e na consciência, algumas atitudes das quais não se deve orgulhar. Olhos, aqueles... Sombras que não os deixam revelar... nada sobre mim. Só, talvez, aquela expressão peculiar que carregam aqueles que já perderam... toda a inocência. Adjetivo, substantivo. Arrependimentos passados. Não vou justificá-los, pois não há meio de fazê-lo sem entrar em contradição.
Faço parte daquela parcela de pessoas a qual a magia não alcança. Daqueles que tem a dor por tão constante companhia, que já nem é surpresa, e sim, certeza.
Uma palavra, um ato. A escolha dos personagens foi quem definiu o meu papel dramático. Melancolia coadjuvante... em mim protagonista. Tudo por causa de uma simples palavra, tão superestimada. Tão dolorida, tão amaldiçoada.
Amor... famoso anti-herói de meu coração.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

17 comentários:

Ravi Barros disse...

Muito bacana!
A plena descrição de uma mulher de atitude, sofrida talvez, porém de personalidade forte e marcante! O retrato do que deveríamos ser.

PapoBacana disse...

nossa muito bom seu texto..
tao doloroso..mas muito bem escrito..

vou te seguir, gostei do teu blog..


Da uma lida nos meus textos..aceito qualquer critica..

Abraços..

..http://papiando-adoidado.blogspot.com

Almir Ferreira disse...

Não há nada mais expressivo do que os olhos de uma mulher. Um homem mais atento consegue captar a alma da mulher apenas através de seus olhos.


Um grande beijo

neto figueiredo disse...

eu me encaixo tbm desse tipo de pessoa eu tbm tenhos essas mesmas caracteristicas..
seu texto entrou no meu coração e foi se aprofundando e cada vez que eu ia lendo eu ia me vendo...
como se eu estivesse na frente de um espelho tirando conclusões de miim proprio!

Loverocklive disse...

Faz parte das pessoas que pensam, que mostram através dos olhos o que realmente se passar por dentro.

Natália Nunes disse...

ahhn, que delícia de se ler. Ainda mais quando a gente se identifica. Perfeito :)

Filipe Dias disse...

que bonito. Você é daquelas que escreve com a maturidade de uma mulher e a sensibilidade de uma jovem.

Gostei

Agnes disse...

Muito bom. Me vi em várias partes desse texto!
Porém, apesar das dores que o mundo e as pessoas já me causaram, ainda acredito no amor.
Faça uma visita ao meu blog pra saber mais!

João Ludugero disse...

Adorei vir aqui.Gostei do seu blog maravilhoso.
Muito bom mesmo! Voltarei mais vezes.
Passe lá no meu blog. Se gostar, me "persiga".
Tenha um ótimo fim de semana!
Felicidades e alegrias duradouras.
Abraços,
João Ludugero
www.ludugero.blogspot.com

Macaco Pipi disse...

esses olhos que te comem...

Ravi Barros disse...

Não sei se pelo título, mas me lembrou a Maysa...
Essa paradade sofrer sessenta anos em dezessete é barril...

Juliana disse...

Os olhos dizem tudo, refletem a alma e mostram o que realmente pensamos. Adorei o texto, muito bom!
http://prontaparacrescer.co.cc

Arash Gitzcam disse...

a sabedoria do velho quando ainda jovem deve trazer mtos proveitos...

PerpLife - PerLusion disse...

O amor nos ensina cada coisa, nos transforma. Para melhor ou pior. Envelhecer décadas em dias, mudar um olhar. O olhar morto, o abismo que separa a realidade dolorosa da fantasia da peça que o mundo gosta de pregar em certas pessoas.
Muito bem escrito, senti, se posso dizer, toda a ausência da presença da personagem.
Abraço

Karla Hack dos Santos disse...

Logo no início lembrei da Celine do filme Antes do Amanhecer... Ela fala algo como se sentisse que tivesse a alma mais velha durante o filme. O que nós vivemos é o refletido no olhar!

Belo Post!

;D

M!sunderstood disse...

Bonito, triste, expressivo, DE-pressivo...

Adorei o layout ;D

Beijinho

bia santos disse...

"Os olhos mostram a força da alma"

Mas com certeza, isso um dia vai passar, "outro amor virá, outro coração"...

Postar um comentário